Top 5: Livros para ler em 2016

Oii gente, tudo bem com vocês??

Ler livros foi uma das melhores coisas que eu comecei a fazer, você se sente bem e se envolve com a história e sempre que um livro que você goste muito acaba, você já quer outro pra ler o mais rápido possível.
E nesse ano de 2016 fiz uma lista de alguns dos livros que eu quero ler durante o ano e hoje decidi compartilhar com vocês os 5 primeiros que estão na minha lista.
Então vamos lá:


 O Extraordinario:
August Pullman, o Auggie, nasceu com uma síndrome genética cuja sequela é uma severa deformidade facial, que lhe impôs diversas cirurgias e complicações médicas. Por isso, ele nunca havia frequentado uma escola de verdade - até agora. Todo mundo sabe que é difícil ser um aluno novo, mais ainda quando se tem um rosto tão diferente. Prestes a começar o quinto ano em um colégio particular de Nova York, Auggie tem uma missão nada fácil pela frente - convencer os colegas de que, apesar da aparência incomum, ele é um menino igual a todos os outros.


 Não sou uma dessas:
Lena Dunham, a premiada criadora, produtora e estrela da série Girls, da HBO, apresenta uma coleção de relatos pessoais hilários, sábios e dolorosamente sinceros que a revelam como um dos jovens talentos mais originais da atualidade. Em Não Sou Uma Dessas, Lena conta a história de sua vida e faz um balanço das escolhas e experiências que a conduziram à vida adulta. 
Comparada a Salinger e a Woody Allen pelo New York Times como a voz de sua geração, Lena é conhecida pela polêmica que desperta e por sua forma única e excêntrica de se expressar e encarar a vida. Engajada, a autora revela suas opiniões sobre sexo, amor, solidão, carreira, dietas malucas e a luta para se impor num ambiente dominado por homens com o dobro da sua idade. 




 Faça amor não faça jogo:
Viver a plenitude do amor é o desejo senão de todas, ao menos da maioria das pessoas. Amar e ser amado incondicionalmente, contar com o apoio de alguém para as horas difíceis e para os momentos alegres, e saber que independentemente do que fazemos, alguém estará ao nosso lado simplesmente pelo que somos é o ideal de vida de muitos. 
Viver esse amor na prática, no entanto, nem sempre é fácil. E é exatamente sobre felicidade, vida e amor que Ique Carvalho fala neste livro. O autor, que começou escrevendo em seu blog e já tocou o coração de milhares de pessoas que se envolveram e se emocionaram com suas palavras, descreve com perfeição o amor que muitos procuram e poucos realmente encontram. E ele fala do amor em todas as suas expressões: desde o romântico entre duas pessoas até o mais puro e verdadeiro dos laços familiares, que ele tem com seu pai e mentor.
Como as relações humanas são frágeis e complicadas, os relacionamentos tornam-se difíceis, o que nos faz buscar a felicidade nos lugares ou nas pessoas erradas. Mas o autor nos faz enxergar a vida de forma diferente. Faça amor, não faça jogo é um lembrete de que, no jogo do amor, não é necessário haver ganhadores ou perdedores. Basta olhar e aceitar novos paradigmas e acreditar no que diz seu coração. E vivenciar isso de verdade.


 Manual da Fossa:
Quem nunca sofreu por amor que atire a primeira pedra!
Sim, todo mundo já tomou um pé na bunda ao longo da vida e sabe que terminar um relacionamento não é nada fácil. Dói, machuca, e temos a sensação de que nada fará a dor passar. Mas calma, amiga, tudo passa! Pode ter certeza disso. Se você acabou um namoro recentemente e não sabe como seguir em frente, ou sente que o boy está prestes a pular do barco, não se desespere: você está com o livro certo nas mãos.
Em # Manual da Fossa, Mica Rocha mergulha nas profundezas desse estado interessante - a fossa - e mostra que, mesmo depois de términos doloridos, desgastes do dia a dia, boys enroladores e chororô, você pode encontrar abrigo nos amigos e na família e descobrir que a chave para se recuperar é trabalhar a autoestima.
Com base na própria experiência e com a ajuda de uma psicóloga, Mica aborda desde as primeiras fases da fossa até a preparação para um novo relacionamento, passando pelos tipos de término - dos mais clássicos aos mais escabrosos - e os tipos de boys que devem ser evitados. Depois de ler este livro, você estará pronta para outra Relação, não fossa!

 Como ser uma parisiense em qualquer lugar do mundo:
O que torna a mulher francesa tão única e irresistível? A pergunta, que já foi feita milhares de vezes, agora é respondida de forma definitiva por quatro parisienses tão autênticas e charmosas quanto diferentes entre si. Em uma abordagem nova e divertida sobre o que é realmente ser uma parisiense hoje em dia - como elas se vestem, se divertem e se comportam -, a embaixadora da Chanel e musa da Lancôme Caroline de Maigret, a escritora Anne Berest, a produtora Sophie Mas e a jornalista Audrey Diwan são surpreendentemente francas e sem rodeios.
Falando sobre filhos, relacionamentos, trabalho, estilo, cultura e muito mais, revelam seus segredos e defeitos, fazem piada dos próprios sentimentos e comportamentos complicados, e até admitem ser esnobes, um pouquinho egocêntricas e imprevisíveis. Mandonas e cheias de opiniões, sim, mas também meigas e românticas. Como ser uma parisiense em qualquer lugar do mundo é um livro divertido e inspirador que desvenda o jeito de ser das francesas, mostrando o que elas pensam sobre estilo, cultura, comportamento e homens. Com dicas nem sempre politicamente corretas, é claro...


Espero que tenham gostado do post de hoje, beiijos.
Siga-me nas redes sociais:     Fanpage ♥  @shegoms ♥  @blogsheilag♥  Twitter  

2 comentários:

  1. de todos que você citou quero muito o extraordinário, e mais o não se apega não <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahah não se apega não é maravilhoso, super recomendo.

      Excluir

imagem-logo